Rondônia, 19 de novembro de 2017

Outubro Rosa: Atividades reforçam necessidade de prevenção e luta contra o câncer de mama

O Tribunal de Justiça do Acre (TJAC) promoveu várias atividades nesta semana para reforçar a necessidade de prevenção e luta contra o câncer de mama. Nesta quinta-feira (26), por exemplo, o médico mastologista Sidney Rogério Alves de Oliveira ministrou palestra, na Escola do Poder Judiciário (ESJUD), sobre a importância da prevenção. Os eventos são em alusão ao Outubro Rosa.

O câncer de mama é o tipo de câncer mais comum e que mais mata mulheres ao redor de todo mundo. Segundo previsão do Instituto Nacional do Câncer (INCA), foi esperado que surgissem em 2016, 57.960 casos de câncer no Brasil – a mesma quantidade também é válida para este ano -, sendo que 28%, desse total, seriam câncer de mama.

Segundo explicou o mastologista, o agravante, é que esse é o segundo tipo de tumor maligno que mais incide entre as brasileiras, ficando apenas atrás do câncer de pele, quando se fala de casos nacionais. Porém, no Acre, o câncer no colo do útero ultrapassa o de mana.

Ainda de acordo com o profissional, para 2017, são esperado 70 novos casos de câncer de mama, sendo 50 somente na capital Rio Branco.

“No período de outubro há um aumento na procura para o exame de mamografia por conta do Outubro Rosa. Além da conscientização é preciso ter atitude de realizar o exame. A prevenção ainda é a melhor solução. As estratégias para a detecção precoce da doença são o diagnóstico precoce e o rastreamento”, comentou o mastologista.

Câncer de mama em homens

Na palestra, além de abordar sobre sintomas, história da família acometida da doença, métodos diagnósticos, reconstrução da mama entre outros pontos, o médico também destacou o câncer de mama em homens, pois, embora raro, a doença também atinge pessoas do sexo masculino.

“O cuidado é a missão para todos”, diz presidente do TJAC

Na abertura do evento, a presidente do Tribunal de Justiça do Acre (TJAC), desembargadora Denise Bonfim, acompanhada da presidente do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-AC), desembargadora Regina Ferrari, agradeceu ao profissional pelo tempo disponibilizado para ajudar a magistrados e servidoras do Poder Judiciário Acreano a reforçar a necessidade de prevenção.

“É importante lembrar que quanto antes tratar da enfermidade, mais altas são as taxas de sucesso. E, com essa palestra, com essa ação do Outubro Rosa, acredito que nossas mulheres do Judiciário se conscientizarão. Muitas das vezes, a doença não apresenta sintomas, por isso é difícil detectá-la de maneira precoce, então, a prevenção é a missão para todos nós”, disse a presidente.

Para a prevenção, é importante um autoexame. É recomendado às mulheres a fazerem o exame de mamografia ainda com 40 anos, uma vez ao ano.

A advogada Alexandrina Melo, representante da Associação Brasileira das Mulheres de Carreiras Jurídica do Acre (ABMCJ-AC), também frisou da importância dos cuidados precoces e compartilhou experiência aos demais participantes sobre ter sido vítima do câncer de mama.

“Descobri logo no início por meio do autoexame. Desconfiei que algo estava errado e procurei o médico para realização dos exames e foi confirmado. Passei pela quimioterapia e estou curada hoje, mas isso foi possível porque descobri no início”, contou.

No final do evento, os participantes tiraram foto oficial em alusão ao Outubro Rosa.

Espaço Rosa

Na semana também ocorreu o Espaço Rosa, no hall de entrada do Prédio-Sede do TJAC, que possibilitou informações sobre o câncer de mama e de outras naturezas; sorteio de brindes e dicas sobre maquiagens.

Fonte: TJAC

Publicidade

Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. O comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Você pode ser denunciado ou até mesmo banido caso comente algo racista, incite o ódio gratuito ou poste spam.

Comente com o Facebook

Publicidade

Últimas Notícias

Publicidade

Publicidade

SIGA-NOS NAS NOSSAS REDES