Rondônia, 19 de novembro de 2017

TJRO sensibiliza servidores e magistrados para substituir copos descartáveis por canecas e garrafinhas

A campanha de sensibilização começa nas unidades do interior.

Representantes do Núcleo Socioambiental e da Comissão do Plano de Logística Sustentável do Tribunal de Justiça de Rondônia viajaram para as comarcas do interior do Estado para fazer a entrega de canecas e garrafinhas tipo squeeze aos servidores e magistrados, a fim de incentivá-los a contribuir com o meio ambiente deixando de usar copos descartáveis de plástico, material considerado muito nocivo à natureza pelo enorme tempo de decomposição (mais de 100 anos).

Nesta segunda-feira, nas comarcas de Costa Marques e Cerejeiras, estão sendo entregues os brindes com logomarca da campanha. Na ocasião também é exibido um vídeo institucional de sensibilização pelo consumo consciente, no qual o presidente do TJRO, desembargador Sansão Saldanha, conclama a todos a participar da iniciativa por um meio ambiente melhor. “O Tribunal está tomando uma série de medidas para colaborar e está na hora de todos nós nos envolvermos, dando a nossa contribuição à natureza”, diz na mensagem.

Simultaneamente à ação no interior do Estado, o presidente lançou na sessão desta segunda-feira, no Tribunal Pleno, a campanha de sensibilização para os desembargadores, entregando a eles também a caneca e a garrafinha. O vídeo foi apresentado aos pares e aos diretores de departamentos também presentes na sessão.

Clique aqui para ver o vídeo

PLS

O Tribunal de Justiça lançou em abril o Plano de Logística sustentável, o PLS/PJRO 2020, um instrumento vinculado ao Plano e à Gestão da Estratégia do Poder Judiciário do Estado de Rondônia 2015-2020, que declara a Responsabilidade Social e Ambiental como valor institucional, comprometendo-se com o empenho na melhoria de práticas sociais e ambientais responsáveis, procurando sempre atender às necessidades imediatas da sociedade, bem como adotar rigorosa atenção nas tomadas de decisões, considerando as possíveis implicações sociais e ambientais futuras.

Toda ação dentro do Plano procura alcançar metas, prazos de execução e mecanismos de monitoramento e avaliação de resultados, que permitem estabelecer e acompanhar práticas de sustentabilidade que objetivam uma melhor eficiência do uso dos recursos e da gestão dos processos de trabalho, considerando a visão sistêmica do PJRO.

Ações exemplares

Mesmo antes de lançar o plano, o TJRO já vem adotando ações de cunho sustentável, práticas que fazem a diferença não só pela economicidade, mas também pelo impacto positivo ao meio ambiente e ao futuro do planeta, tais como contratações mais eficientes, projetos arquitetônicos de novos prédios que observam esses critérios e aquisição de máquina de destruição de papel. Antes os processos antigos eram incinerados, agora são triturados e enviados para reciclagem.

Fonte: TJRO

Publicidade

Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. O comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Você pode ser denunciado ou até mesmo banido caso comente algo racista, incite o ódio gratuito ou poste spam.

Comente com o Facebook

Publicidade

Últimas Notícias

Publicidade

Publicidade

SIGA-NOS NAS NOSSAS REDES